SPC Brasil é uma das empresas que ajudam os funcionários a cuidar do bolso

Quando se tem problemas financeiros, fica difícil tirá-los da cabeça e se concentrar em outra coisa. Um estudo da consultoria Willis Towers Watson apontou que, durante o ano passado, profissionais endividados perderam em média 12,4 dias de trabalho por “presenteísmo” – quando a pessoa comparece, mas não consegue cumprir suas atividades – e 3,5 dias por faltas.

Segundo dados da CNC (confederação nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo) 23,5% das famílias brasileiras estavam inadimplentes no mês passado, número abaixo dos 23,7% registrados em maio, mas acima dos 21,3% de junho de 2015.

Preocupadas com a produtividade e com a qualidade de vida dos funcionários, diversas empresas concedem benefícios que os ajudam a cuidar do próprio dinheiro. São palestras, workshops e até consultorias individuais.

SPC Brasil

O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), empresa que processa e armazena dados sobre crédito e inadimplência, não quer que os funcionários virem estatística em seus cadastros.

Desde o ano passado, a companhia promove workshops, palestras e grupos de discussão temáticos de educação financeira, além de disponibilizar atendimentos individuais aos funcionários.

Nos workshops, são trabalhados temas como economia doméstica e investimentos. O programa é ministrado pela economista chefe da empresa, Marcela Kawauti. Neste ano, dois ciclos já foram realizados e um terceiro deve ocorrer até dezembro.

Na consultoria temática, que é mensal, discussões sobre um assunto específico são feitas em grupos reduzidos, de até 10 pessoas. Na última edição, o tema foi “como investir no Tesouro Direto”.

Já as consultorias individuais são semanais. O atendimento é personalizado e já foi concedido a 45 empregados.

O SPC mantém ainda uma plataforma de orientações financeiras voltada ao público em geral, a “Meu Bolso Feliz”.

Fonte: Exame.com

Início